Avançar para o conteúdo principal

No trilho do Monte Branco ( Parte I)

No trilho do Monte Branco ( Parte I)

As conversas são como as cerejas, na nossa equipa ( O CAB), não é difícil sobretudo quando falamos de aventuras. Perco a conta a quantas vezes já viajamos num avião feito de sonho pelo mundo a fazer provas de BTT, Ultramaratonas, corridas de aventura... e sei lá que mais que nos levem a estar envolvidos por natureza e a conviver. Quando o “combustível” se esgota, “aterramos” na realidade dos nossos condicionalismos pessoais mas também numa “possibilidade” (para que possamos descolar de novo no tal avião). A ideia de viajar até ao Monte Branco para fazer um dos ultratrails mais duros e conhecidos do mundo nasceu desta forma, na possibilidade de podermos viajar até à Suiça em Agosto de 2010.
A ida ao Monte Branco é um desejo antigo, daqueles que precisa de um “empurrão” para pegar. Este foi dado pelo crescente numero de portugueses que tem vindo a participar na prova, sobretudo por amigos ligados ao clube e pôs-se em marcha depois de uma época de competição saudável em diversas provas de aventura, uma delas o Estoril XPD Race que durou 5 dias consecutivos. O mais curioso disto, é que a ideia consolidou-se definitivamente após uma participação “acidentada” no Campeonato Nacional de Corridas de Aventura, prova de final de calendário e para a qual nos tínhamos preparado arduamente obtendo o título de vice-campeões nacionais de Corridas de Aventura 2008/09 no escalão de elite mista. Não sei se foi a frustração de não ter atingido o lugar cimeiro, o projecto que já era embrionário ou se foi o facto de queremos transferir o que sabemos para uma prova de outra natureza, decidimos avançar com o projecto UTMB 2010 com todas nossas energias, isto sem que o trail ou as ultramaratonas sejam propriamente a nossa “especialidade”... ( continua)

Comentários

António Bento disse…
olá Zen
já tinha saudades de ler um postzito
força nessa caminhada, está quase, caso não me engane, o monte branco coincide com os trilhos de mosanto (salvaguardadas as devidas diferenças, claro está:). como espero estar lá, irei concerteza ter notícias on line dos companheiros que acompanham a prova. mas continuarei a passar por aqui, para os relatos da preparação, da motivação, do espírito e da concretização.
abraço e bons treinos. abraço ao pessoal do CAB.
ab - tartaruga
Anónimo disse…
Boas
espero que essa preparação esteja a correr pelo melhor. está quase!
de forma expectante cá vamos acompanhando os posts aguardando pela parte II - pré ou pós, tanto faz, mas a torcer para que corra tudo bem a todos na equipa.
abraço
até breve
ab - tartaruga
Teixeira disse…
Força amigos e também vizinhos.
Saudações cordiais
Cafeina

Mensagens populares deste blogue

SE CÁ NEVASSE FAZIA-SE CÁ SKI

Zé Neves a fazer SKU desde 2010 (sempre a descer)!

Salada de frutas - Se cá nevasse fazia-se cá ski
"Sebastião cá voltasse
Se a moleza se cansasse
Se o Eusébio 'inda jogasse
Ai que fintas que ele faria um dia...
Se o imposto não subisse
Se o emprego não fugisse
Se o presidente sorrisse
Outro galo cantaria um dia...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se...

Há sempre um "se" no caminho
Que me deixa as mãos tão presas
Se eu cortasse o "se" daninho
Talvez me livrasse das incertezas...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se..."

MERGULHO DE ANO NOVO 2016

Mais um ano se foi e outro começa. Que tenha mais dias felizes que 2015! Afectos, projectos, aventuras e claro, muito desporto! Hoje em Sesimbra, num dia de chuva, sem frio e com o mar a 14º fomos 13 os que decidiram "renovar-se" para 2016 com um mergulho de mar. Destes, 5 valentes entre 3 e os 13 anos experimentaram as águas agitadas da Praia do Ouro, a Laurinha ( na foto em baixo) a mais jovem do grupo, ficou-se por um "lava pés". Um ano desportivo a todos os seguidores do "Trilhos"

ALMOUROL 2014

Descobri este texto nas "memórias do facebook", acho que não o postei aqui. Os tempos agora são muito diferentes. Tenho uma hérnia discal, estou de baixa há mais de um mês e não treino vai para muito tempo. A operação cirúrgica está eminente e estas actividades, de maior impacto como o Trail, farão inevitavelmente parte do passado. Recordemo-lo...
José Neves8 de Abril de 2014 "Nada de fotografias por favor", o gesto e a expressão pouco amigáveis, parecem o de uma vedeta surpreendida por um paparazzi indiscreto. Não foi nada disso, em legenda, caso não tenham reparado está escrito: " qualquer semelhança com a realidade é pura ficção". A outra "realidade" é que no momento desta fotografia estava certamente no primeiro terço do pelotão usando a minha habitual estratégia de "trás para a frente, a mesma "ficção" foi achar que podia durante 44km manter-me assim. Trocando isto por "miúdos": a partir dos 30km "dei o…