Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de 2018

À VOLTA DO SANTIS ( PARTE I)

Como o planeado saí de Konstanz para passar uns dias com um amigo nos arredores do cantão suiço de Sankt Gallen. Não tinha ainda nada parecido com um saco de viagem ( que vim a adquirir dias depois na loja da Louis Mottorrad em Bregenz Austria - cidade fronteira com a Suiça e Alemanha) e por isso improvisei a minha bagagem com a mochila e um saco estanque que uso para a canoagem. O dia estava bonito, mais fresco que os anteriores, mas rolar nas estradas suiças e cruzar aldeias e campos é como viajar num imenso jardim ( que cheira um bocadinho a vacaria em alguns sítios). Só tem um senão, os limites de velocidade e os radares na estrada são uma constante e ultrapassar os limites de velocidade em 10km/h por exemplo, dá direito a uma soma "simpática" de 200 francos de multa. Para isso é preciso ir com uma atenção redobrada, sobretudo quando se viaja numa máquina com mais de 100cv pois perde-se faciulmente a noção dos limites de velocidade. É que para eles não há choradinhos, n…

FLORESTA NEGRA E AS RHEIN FALLS ( PARTE II)

A Fábrica da Rothaus em plena Floresta Negra 

A Amazona da ZR7 junto ao Schu O turista acidental
Rheinfalls Pôr do sol no Reno

(CONTINUAÇÃO)

De Geisingen seguimos em direcção a Hüfingen pela nacional 31 e daí até Löffingen, onde começamos a nossa odisseia pela Floresta Negra, cruzando aldeias tipicamente alemãs e bonitas estradas sinuosas de sobe e desce constante, na sombra dos predominantes abetos de copa alta. Foi o primeiro teste a sério e não correu nada mal. Alguns sustos pelo meio é certo, sobretudo em autênticos cotovelos que obrigavam a reduções rápidas e a melhorar o meu comportamento de entrada e saída em curva ( o maior desafio técnico do motociclista), autocarros e carros que surgiam inesperadamente nas estradas estreitas ( mas com um comportamento dos condutores sem mácula) e de ter como líder uma autêntica amazona com quase quinze anos de experiência em duas rodas, muitas viagens pelo meio, a mais longa delas da Alemanha a Portugal e volta. É preciso muito nervo, ou se…

FLORESTA NEGRA E AS RHEIN FALLS (I PARTE)

Zurique
Lago Constance
O mapa da Floresta Negra

As meninas ( aqui no Pass de S. Bernardino uns dias depois)
Depois de uma tarde bem passada a passear pelas ruas da cidade de Zurique e de um mergulho tardio já em Constance na "obra prima" do Reno, o lago Bodensee, o dia seguinte foi o planeado para irmos buscar a minha Kawasaki ZRX a Geisingen para umas voltas de adaptação antes de rumarmos ao norte de Itália para uns dias de "dolce far niente" e umas curvas entre o Maggiore e os contrafortes da grande muralha alpina que ali separa a "nórdica" Suiça da "mediterrânica" (bella) Itália.  Rumamos não pela fresca, mas num dia de "verão alemão" que este ano tem sido longo, acima dos 30º e uma humidade elevada, o que torna o casaco, calças e capacete de mota uma verdadeira sauna. Diz-se por ali, que isso faz parte da "cena motard", se cheirares a suor é sinal que estás equipado em condições, ninguém anda de calções e chinelos numa C…