Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Setembro, 2013

[O Homem da Maratona] BANDEIRA QUAL BANDEIRA? 2006

Escrevia eu no "Homem da Maratona" em 2006 a propósito de "futebóis" e "orgulhos pátrios"...

Posted by Zen to OHomemdaMaratona at 6/01/2006 07:54:00 AM

Há uns dias atrás o seleccionador nacional de futebol pedia a todos os portugueses para pendurarem bandeiras nacionais em apoio à nossa ( sua) "equipa das quinas". Habituados à retórica de um discurso nacionalista através do futebol, com a sua saga dos "heróis" ricos, mimados e alguns mal educados, os portugueses lá vão pondo as ditas bandeirinhas na fé patriótica que sonha a  conquista do mundo pela bola redonda, talvez a mesma "vã glória" que provocouo desastre de Alcacér Quibir no séc XVI e que, talvez, na actualidade anuncie outros desastres colectivos. O futebol é um "eucalipto" que seca mais ainda o nosso já "ressequido" país, sorvendo por ano milhões de euros ( das contribuições em forma de impostos e outras). Dinheiro este que serviria para fazer mui…

[O Homem da Maratona] AND THE WINNER IS...- 2006

A propósito de uma poll lançada no "O Homem da Maratona" que questionava os "visitantes" do blogue acerca do que achavam ou de como imaginavam ser o Raid Melides Tróia em 2006.

Posted by Zen to OHomemdaMaratona at 5/20/2006 08:59:00 AM
O que acha do Raid Melides - Tróia?


Um doce (0) 0%
Um petisco (7) 58%
Um osso duro de roer (2) 17%
Intragável (1) 8%
Ahhhhh... mais não(1) 8%
Raid? O que é isso? (1) 8%
Total Votes: 12

Eis os resultados da votação que decorreu aqui no HomemdaMaratona acerca do Raid Melides - Tróia:
Participaram doze "blogonautas", o que face às visitas que recebo diariamente neste blogue é muito pouco. Segundo especialistas no tratamento deste tipo de questionários ( há que dar um ar sério a isto) esta atitude pode reflectir a a tendência abstencionista e pouco participativa dos portugueses. O pessoal não gosta mesmo de votar, nem que tenha de gramar outro Salazar por 48 anos, ponto final! A maioria dos votantes confirmou a constatação feita "in…

[O Homem da Maratona] O CORPO E A ALMA - 2006

Escrevia eu há pouco mais de 7 anos sobre a minha aproximação aos 40. O tempo a partir dos 30 pareceu-me os 100 metros do Usain Bolt.
Posted by Zen to OHomemdaMaratona at 5/18/2006 08:51:00 AM


A " máquina" à medida que se aproxima dos 40 parece que emperra. Um tipo tenta desvalorizar o "desgaste" de algumas peças, mas quando cai em si, repara que já não é, nem "novo", nem "semi novo", mas antes um "usado em bom estado" (por enquanto).
Não sou um desportista de carreira, (re) converti-me há cerca de 11 anos depois de outros tantos do mais puro e duro sedentarismo. Gostei tanto desta nova confissão, que nos primeiros anos tornei-me quase um asceta, sobretudo no Triatlo, ao qual devotei os momentos mais intensos da minha vida desportiva até agora. Lesões sempre as tive. Lembro-me de uma célebre canelite que teimava em passar e para a qual um veterano me receitou "vinho branco com tintura de iodo". Em desespero estive quase a usar a …

PRIMEIRA FORMA

É uma expressão que se houve muito em contexto militar e que significa que é válido o que anteriormente foi dito, ficando sem efeito o que se afirmou recentemente. No meu caso, significa que a ida a Fátima de bicicleta ficou sem efeito ( não há maneira de cumprir a promessa), a organização, desorganizou-se! Mantêm-se assim ( com a inscrição feita in-extremis) a Travessia da Baía de Sesimbra em Natação. As minhas amadas Marias que me perdoem!


RELIGIOSIDADES II

Não sou muito dado a metafisicas, muito menos a milagres que se confundem com alucinações provocadas pela doença mental, drogas ou pela fé de braço dado com a fome ( e o ano de 1917 teve isso e muito mais de desorientação colectiva), mas respeito, sobretudo quando a crença divina move a vontade terrestre de nos tornarmos melhores, para nós e sobretudo para os outros. Não sei se foi isso, se no fundo, como tantas vezes afirmo, foi o meu lado estupidamente crédulo, aquele que me obriga a dizer que sou um "agnóstico positivista" sem fé e justificação nenhuma, mas no ano de 1999, data de profundas e positivas alterações pessoais, "prometi" que iria a Fátima a pé ou de bicicleta. Nunca cumpri. Nesse ano, em vez de ir ao referido lugar sagrado, subi a Serra da Estrela a pé e lá no alto da Torre negociei com o altíssimo ( nas alturas negoceia-se mais próximo dele e eu também sou um bocado surdo) uma permuta entre aquele magnífico ( e divino) lugar e o que fica na "C…

EU VOU! - TRAIL SERRA DA LOUSÃ - GO OUTDOOR/AX TRAIL SERIES!

Já estou inscrito!
42 km;2500 m de desnível positivo;3 Municípios: Castanheira de Pêra, Lousã e Góis;1 ponto para Ultra-Trail du Mont-Blanc®5 Aldeias do Xisto: Candal, Cerdeira, Aigra Nova, Comareira, Pena;1 Aldeia abandonada no cimo da Serra: Franco de Cima;Natureza Pura: Ribeira de S. João, Trevim e Santo António das Neves, Ribeira de Quelhas, Ribeira de Pêra e Praia Fluvial do Poço de Corga;Praia da Rocas. A excelente organização da " Go Outdoor/Ax Trail series" e a beleza única de um espaço cheio de "natureza pura" e património, venceram facilmente a consciência de que os treinos que fiz até agora, darão pouco mais que um estado próximo do "arrastar-me" por 42km na Serra da Lousã. Ah, grande maluco! Ziiiiiigaaaaa!
PS - Não sei se é do "Centrum", das "terapias holísticas" ou dos treinos de grupo em Monsanto com os companheiros do Portugal Running, mas as sinapses mantêm-se em funcionamento por mais tempo o que faz com que a ligação …

[O Homem da Maratona] CRISTO REI - FÁTIMA - 2006

Continuo com a republicação do meu anterior blogue ( infelizmente apagado da web, mas não irremediavelmente)

Posted by Zen to OHomemdaMaratona at 5/14/2006 01:41:00 PM

"Correr por gosto não cansa" lá diz um nosso sábio ditado. Ir a correr do Cristo Rei a Fátima, obriga-me a alterar para “Correr por gosto não cansa, mas correr 180Km sem parar é bem capaz disso”.
Resumo da história para quem não a conhece: um amigo crente diz a um outro que gostaria numa demonstraçãoda sua fé ir do Cristo – Rei a Fátima a correr, o outro amigo menos crente na confissão mas crente na amizade diz que o acompanha, mas adverte-o que esta aventura seria uma espécie de um dos trabalhos de Hércules, mesmo assim o primeiro, determinado, reafirma a sua intenção. Desta última foi dada notícia pública para que outros se juntassem ajudando em partes a para transportar a vontade do primeiro e apareceram. À vontade do primeiro, juntaram-se portanto outras vontades e o longo percurso passou a ser percorrido por…

RELIGIOSIDADES...

Será mais uma "Travessia da Baía de Sesimbra", a minha 11º participação neste conhecido evento de águas abertas. Se tenho preparação para isto?! Os treinos são poucos nesta altura do ano, mas mesmo se a travessia fosse no final de uma regular época de piscina ( que de "regular" tem pouco) seria o mesmo, a "técnica da força" substituirá a "força da técnica".  Sou daqueles cromos ( sim, finalmente tenho esse nobre estatuto) que aprendeu a nadar nas águas turvas do Tejo interior, ali para os lados do Barreiro, entre os perigos do lodo, das vazantes e enchentes mas também nas idas à praia da Lagoa e Sesimbra no verão com os meus pais e irmãos. Na idade adulta, desperto por um destes últimos para a prática do Triatlo, comecei a nadar com mais frequência, mas só quando ao trabalho, a meteorologia ( os treinos de águas abertas) e a carteira ( na piscina) deixavam. Fui sempre o meu mestre e outros, pela sabedoria, experiência e teoria, também. Que a fo…

[O Homem da Maratona] SÁLVIO NORA, UM HOMEM DA MARATONA - 2006

Posted by Zen toOHomemdaMaratonaat 5/10/2006 03:53:00 PM
                                                                       Sálvio Nora

Fotografia: Terras de Aventura

OHomem que eu conhecia mas a quem nunca me apresentei.

Não conheci pessoalmente Sálvio Nora. Ou melhor conhecia-o mas nunca a ele me apresentei dizendo: olá eu sou um dos que lêem e comentam com prazer aquilo que escreve.
Dele sei que era um homem simples, amistoso, culto, talvez um humanista e que tinha como prazeres na vida correr, ler (sobretudo poesia), teatro e escrever nos fóruns sobre atletismo, aliás um pouco como eu. É por esta última afinidade que eu o conheci no fórum "Atletas Net" e no tópico, “ O Mundo Fantástico de Ana Pereira” espaço aonde publicava o relato dos seus interessantes afazeres quotidianos, nomeadamente os seus treinos nas paisagens das praias do Furadouro e Cortegaça e as subidas à Serra da Arga na companhia dos seus amigos de sempre, a Guida e o Zé. Com o tempo percebi que não era…

[O Homem da Maratona] THE MAN WHO NEVER SLEEPS - 2006

Posted by Zen toOHomemdaMaratonaat 4/18/2006 07:11:00 AM


Dean Karnazes é um inesperado viajante na terra que decidiu começar a correr e não mais parar, mesmo quando devia estar a dormir. Nãoo confundam com o Forest Gump, mas têm aspectos em comum: a vontade indómita de sentir os elementos, de explorar o espaço, de mergulhar no universo celular do seu corpo! Quem não se recorda do enigmático sorriso de Gump enquanto corria na imensidão do deserto do nevada?! Desadaptado? Ou humanamente mais evoluido? Para muitos um tipo disfuncional.
Dean Karnazes sorri e parece um humano feliz e com isso faz também feliz os outros!
Para perceber melhor a sua história vale a pena visitar o seu site.

--
Posted by Zen to OHomemdaMaratona at 4/18/2006 07:11:00 AM

TREINOS DO PIRILAMPO - PORTUGAL RUNNING

Mais uma fantástica noite em Monsanto!





Fotos: Miguel Batista e João Campos

O Homem da Maratona] SER UM FINISHER - 2006

Posted by Zen toOHomemdaMaratonaat 5/02/2006 02:12:00 PM

Em 2001 conclui um Ironman. Passei a ser portanto, um "Finisher"! Dez anos antes não imaginava o que significava tal palavra, apenas a sua tradução literal. Hoje compreendo a importância de se ser um "Finisher". Transponho para a vida a lição que aprendi ao cortar a meta naquele dia de Outubro de 2001 em Ibiza, depois dessa data muitas metas se seguiram.
Mas afinal o que é ser um "Finisher"? Bem, para mim significa que nada na nossa vida se faz sem esforço, tenacidade, organização, sacrifício... O desporto, neste caso o triatlo, ensinou-me coisas que levei muitos anos a aprender e, sobretudo, a compreender. Tornei-me através desta modalidade, uma pessoa mais... "Finisher" :-). É claro que para se ser um Finisher, primeiro temos de desejar sê-lo. É portanto a vontade que nos transforma, é ela o alicerce fundamental que suporta todas as outras qualidades para se ser um Finisher.
Serei mais um F…

[O Homem da Maratona] MAIS UM TREINO PERFEITO - 2006

posted by Zen toOHomemdaMaratonaat 5/05/2006 07:50:00 AM
Na quinta-feira 27 de Abril repeti o "dia perfeito" da semana passada. Desta vez tive a companhia do Jorge, e portanto as fotografias não foram todas em automático. Decidimos variar o percurso: Apostiça, margem da Lagoa de Albufeira ( ouviram as minhas preces e abriram-na... como está bonita!)Praia da Lagoa de Albufeira, Arriba Fóssil com o final junto dos portões da Nato aonde estava estacionado o carro. Escusado será falar sobre o ambiente natural aonde decorreu o treino, as fotografias falam por ele.

As autoestradas naturais da Mata da Apostiça...



Eu e o Jorge junto às margens da Lagoa de Albufeira numa fotografia em automático com a máquina em cima de um poste de vedação...



Ao longo das margens da Lagoa...



Seguimos a proa deste barco...



Fim do treino!



--
Posted by Zen to OHomemdaMaratona at 5/05/2006 07:50:00 AM

O MAR

Foto: António Neves - 12/09/2013

[O Homem da Maratona] O RESTO FOI UM SONHO... (2006)

Que bonita mensagem escrevi no " O Homem da Maratona" no 26 de Abril de 2006 e a propósito do 25 de Abril de 1974.

Posted by Zen toOHomemdaMaratonaat 4/26/2006 06:45:00 AM




O 25 de Abril acabou no dia 25 de Abril o resto foi um sonho...

As mudanças existem:

De um país Parábola surgiu um país hipérbole.
De um país pobre surgiu um país empobrecido.
De um país Fascista surgiu um país de Democracia de pantufas.
De um país analfabeto surgiu um país disléxico.
De um país deprimido surgiu um país prozac.
De um país rural surgiu um país suburbano.
De um país sem liberdade de expressão surgiu um país inexpressivo.
De um país isolado surgiu um país globalizado.
De um país de ricos e pobres surgiu um país de ricos que se dizem pobres e de pobres que se dizem ricos.
De um país …
Bem já chega! Fico sempre muito amargurado com o dia 25 de Abril. Lembro-me sempre de um dia que passei no hospital de S. José há uns anos atrás e das palavras de um Galego imigrado em Portugal porventura fugido da atroz guer…

[O Homem da Maratona] UM DIA PERFEITO (2006)

Posted by Zen toOHomemdaMaratonaat 4/23/2006 07:39:00 AM

O meu 5º treino nas areias foi um dia perfeito.
Estou de folga os miúdos não estão e a minha mulher está a trabalhar, estou livre como um pássaro nesta primavera! Quero fazer um treino longo, apetece-me sair fora dos locais aonde habitualmente treino. Visto o equipamento, encho a mochila de raide com água,duas barras energéticas, máquina fotográfica, telemóvel e entro no carro. Para aonde é que vou? Tinha visto as marés, sabia que a preia mar na Trafaria era por volta das 13hrs, portanto... Lagoa, Meco ou F. da Telha? Fonte da Telha! Não era a primeira vez que ali treinava, mas decidi introduzir novas variáveis. Há dois meses atrás, quando ainda não pensava em ir ao Raide Melides - Tróia, tinha deixado o carro perto do portão das instalações da Nato na Fonte da Telha, começando o percurso pela Arriba Fóssil , retornando depois pela praia, desta vez foi ao contrário.  O dia estava óptimo, sem calor, ligeiramente nublado, com uma ara…

(O HOMEM DA MARATONA) - MEIA DA NAZARÉ 2005

--
Posted by Zen to OHomemdaMaratona at 3/23/2006 02:15:28 PM

MEIA MARATONA SÃO JOÃO DAS LAMAS - O QUE É BOM, RECOMENDA-SE!

Atrás da máquina o camarada Álvaro, na fotografia o Mayer, eu e o Fernando Andrade, aqui a correr do lado de fora pois é o organizador da MMSJL há 36 anos.  A fotografia parece um postal antigo mas foi tirada no sábado passado. Ilustra parte do percurso da meia maratona que serpenteando entre montes e vales nos revelou a beleza da "zona saloia" e a efusiva simpatia dos "saloios"( Foto: Álvaro Costa)
Pois é, sete anos depois fui a uma corrida estrada, e que corrida! A segunda meia maratona mais antiga do país, é a grosso modo "BBB", ou seja é  "boa, bonita e barata". Eu é nunca ali tinha ido, apesar dos 30 minutos que "gasto" de carro a partir aqui de casa ( Sintra - S. João das Lampas), como me arrependo... Para o ano conto repetir, se o meu patrão, os deuses do PDI e a falta de visto para viver e trabalhar num país desenvolvido deixarem ( ah, pois...)! Organização, percurso, público, prémios, e, desculpem se me esqueço de alguma cois…

VIAGENS NA NOSSA TERRA - FAJÃO E CEIRA ( JULHO)