Avançar para o conteúdo principal

II CAPE ESPIC - CAB

Numa organização desorganizada do CAB realizou-se pelo 2º ano consecutívo o CAPE ESPIC - 108km em BTT por diferentes trilhos, desde a cidade do Barreiro até ao Cabo Espichel e regresso à referida cidade da margem sul daquilo que se considera não ser um treino, nem um passeio, muito menos uma competição mas ser só aconselhado" aos que pratiquem regulamente treino de bicicleta".
Nesta II edição, o número de participantes duplicou mas a "desorganização" mantêve-se, isto é, não voltava a haver grandes paragens para reagrupamento dos mais atrasados ( salvo situações de avarias, furos ou acidentes) e quem tinha pernas chegava ao fim, quem não as tinha, devia saber ao certo qual era o caminho de regresso para casa. Apesar disso, as poucas paragens que se fizeram, a maior delas no Cabo Espichel para "meter o dente" numa bifana, permitiram que dos 32 participantes à partida 20 chegassem ao final e todos com o desejo de fazer já para o ano o III Cape Espic. A organização desorganizada promete ser ainda mais duro e desafiante que este ano!
De referir que das trés se senhoras à partida todas chegaram ao fim. Pudera, pois destas, uma tem esperiência internacional em provas de triatlo e as outras duas são assíduas participantes em corridas de aventura pelo CAB ( pois, pois...). Quanto aos "meninos": um infelizmente no hospital ( braço e pulso partidos)e a quem desejo rápidas melhoras, os outros: 17 "sobreviventes" e 12 sem "canetas" para acompanharem a ditas meninas ;-) e claro também os "prós cá do burgo". Para o ano tem a oportunidade de se "redimirem".

O vídeo foi feito pelo camarada Salvador, um bom ex. atleta de meio -fundo no presente convertido aos desafios BTT.

Para o ano espera-se mais do que já muitos apelidam como " a corrida mais louca em BTT na península de Setúbal"... bem, temos de lhe chamar alguma coisa, o que é que acham?!





Comentários

Espanhol disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Espanhol disse…
Viva Zen.

Foi uma excelente voltinha até ao Cabo Espichel, iniciativas destas são sempre bem-vindas.
Já agora, a "Menina Aventureira" foi a primeira "Menina" a fazer os 1000 kms da Transportugal dentro do tempo regulamentar.
Cumprimentos a todos e as rápidas melhoras ao Colega hospitalizado.
Abraços.
Espanhol
Zen disse…
Viva Hugo

Bela voltinha sim senhor!
Já agora vou adicionar o blog "empeno" aqui à "lista dos eleitos".
Quanto à menina aventureira, pois...roubar-lhe 300km não é justo! Faço pública a tua notícia: leitores ( este blog parece um "mass média"), a Filomena não fez 700Km, fez 1000km!
Livra-te, que grande empeno, hein?!

Abraços

Mensagens populares deste blogue

SE CÁ NEVASSE FAZIA-SE CÁ SKI

Zé Neves a fazer SKU desde 2010 (sempre a descer)!

Salada de frutas - Se cá nevasse fazia-se cá ski
"Sebastião cá voltasse
Se a moleza se cansasse
Se o Eusébio 'inda jogasse
Ai que fintas que ele faria um dia...
Se o imposto não subisse
Se o emprego não fugisse
Se o presidente sorrisse
Outro galo cantaria um dia...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se...

Há sempre um "se" no caminho
Que me deixa as mãos tão presas
Se eu cortasse o "se" daninho
Talvez me livrasse das incertezas...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se..."

MERGULHO DE ANO NOVO 2016

Mais um ano se foi e outro começa. Que tenha mais dias felizes que 2015! Afectos, projectos, aventuras e claro, muito desporto! Hoje em Sesimbra, num dia de chuva, sem frio e com o mar a 14º fomos 13 os que decidiram "renovar-se" para 2016 com um mergulho de mar. Destes, 5 valentes entre 3 e os 13 anos experimentaram as águas agitadas da Praia do Ouro, a Laurinha ( na foto em baixo) a mais jovem do grupo, ficou-se por um "lava pés". Um ano desportivo a todos os seguidores do "Trilhos"

ALMOUROL 2014

Descobri este texto nas "memórias do facebook", acho que não o postei aqui. Os tempos agora são muito diferentes. Tenho uma hérnia discal, estou de baixa há mais de um mês e não treino vai para muito tempo. A operação cirúrgica está eminente e estas actividades, de maior impacto como o Trail, farão inevitavelmente parte do passado. Recordemo-lo...
José Neves8 de Abril de 2014 "Nada de fotografias por favor", o gesto e a expressão pouco amigáveis, parecem o de uma vedeta surpreendida por um paparazzi indiscreto. Não foi nada disso, em legenda, caso não tenham reparado está escrito: " qualquer semelhança com a realidade é pura ficção". A outra "realidade" é que no momento desta fotografia estava certamente no primeiro terço do pelotão usando a minha habitual estratégia de "trás para a frente, a mesma "ficção" foi achar que podia durante 44km manter-me assim. Trocando isto por "miúdos": a partir dos 30km "dei o…