Avançar para o conteúdo principal

Uma determinação do tamanho do Monte Branco


Fonte: UTMB


Caros amigos,
Obrigado pelas palavras que escreveram aqui, muito me sensibilizaram.

Pois é, voltei aos trilhos porque nem só de pão vive o homem ( só falo assim porque pertenço à parte do mundo que pode satisfazer outras necessidades que não as vitais). Eu, apesar do carrossel da vida com o seu vertiginoso quotidiano, nunca deixei de correr, pedalar e dar umas braçadas. Momentos houve em que pouca vontade tive de o fazer, mas lutei contra esse "comodismo" cerebral que nos está sempre a apontar o "caminho mais fácil" para a resolução de um dilema. Em tempos e durante uma fase má na vida, lembro-me de correr várias vezes com um nó na garganta, contrariando um corpo que em obediência ao cérebro queria deitar-se e nunca mais se levantar. Nos dias que correm, tenho os "altos e baixos" de sempre, mas tenho igualmente a determinação de sempre! E ainda, nos dias que correm e outros que já correram ( vai para 1 ano) tenho uma lesão na perna que faz estremecer a vontade e ir pelo atalho da preguiça. Estremece.... como já disse, não cai! Voltei a correr, tenho Ultratrail do Monte Branco para fazer,166km e mais de 9000mts de desnível para vencer e tenho uma determinação tão grande que já está a cortar a meta!
Até breve.

Comentários

Uau! Assim mesmo é que é!

Andarei por cá, seguindo ao longe, caladinha (ou não)

Força e um beijinho Neves


Ana Pereira
Anónimo disse…
Olá Caro Zen
esta vontade pega-se ... não, não a de correr no Monte Branco, que "ele" há noção dos deve e haver neste corpinho coberto por uma carapaça, mas ... de continuar, sempre em frente, sempre para a frente e sempre de frente, nos trilhos da vida.
este é o exemplo de um post fantástico que INSPIRA: muito para além dos trilhos e da corrida. Inspira na vida real, ali logo ao lado das corridas, ou por dentro delas, pois isto é muito difícil separar - e não faz mesmo sentido, as várias voltas da vida é que nos fazem como somos, em todos os caminhos, nos da corrida e nos outros todos.
Um força muito grande é o desejo aqui do Tartaruga, que pelo meio destes meses de redobrada atenção e também de menos actividade bloguista, soube que vai ser pai de uma Tartaruguinha ... MENINA. Agora é que estou mesmo lixado, este é o meu Monte Branco imaculado que aí vem, e não tenho livro de instruções ... só cá tenho 2 indíos.
isto é mas é um pai babado a falar ... ! ;) e desejoso que venham esses 2 Montes Brancos, um para acompanhar sempre muito atento, outro para embalar embevecido.
Forte abraço e saudinha da boa.
AB - Tartaruga
Xutos disse…
Boas Zen,
fico contente por verificar que o Trilhos Miticos está de volta.
Bons treinos para o UTMB.
Um abraço
Xutos

Mensagens populares deste blogue

SE CÁ NEVASSE FAZIA-SE CÁ SKI

Zé Neves a fazer SKU desde 2010 (sempre a descer)!

Salada de frutas - Se cá nevasse fazia-se cá ski
"Sebastião cá voltasse
Se a moleza se cansasse
Se o Eusébio 'inda jogasse
Ai que fintas que ele faria um dia...
Se o imposto não subisse
Se o emprego não fugisse
Se o presidente sorrisse
Outro galo cantaria um dia...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se...

Há sempre um "se" no caminho
Que me deixa as mãos tão presas
Se eu cortasse o "se" daninho
Talvez me livrasse das incertezas...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se..."

MERGULHO DE ANO NOVO 2016

Mais um ano se foi e outro começa. Que tenha mais dias felizes que 2015! Afectos, projectos, aventuras e claro, muito desporto! Hoje em Sesimbra, num dia de chuva, sem frio e com o mar a 14º fomos 13 os que decidiram "renovar-se" para 2016 com um mergulho de mar. Destes, 5 valentes entre 3 e os 13 anos experimentaram as águas agitadas da Praia do Ouro, a Laurinha ( na foto em baixo) a mais jovem do grupo, ficou-se por um "lava pés". Um ano desportivo a todos os seguidores do "Trilhos"

ALMOUROL 2014

Descobri este texto nas "memórias do facebook", acho que não o postei aqui. Os tempos agora são muito diferentes. Tenho uma hérnia discal, estou de baixa há mais de um mês e não treino vai para muito tempo. A operação cirúrgica está eminente e estas actividades, de maior impacto como o Trail, farão inevitavelmente parte do passado. Recordemo-lo...
José Neves8 de Abril de 2014 "Nada de fotografias por favor", o gesto e a expressão pouco amigáveis, parecem o de uma vedeta surpreendida por um paparazzi indiscreto. Não foi nada disso, em legenda, caso não tenham reparado está escrito: " qualquer semelhança com a realidade é pura ficção". A outra "realidade" é que no momento desta fotografia estava certamente no primeiro terço do pelotão usando a minha habitual estratégia de "trás para a frente, a mesma "ficção" foi achar que podia durante 44km manter-me assim. Trocando isto por "miúdos": a partir dos 30km "dei o…