segunda-feira, novembro 14, 2011

AGORA É QUE É

Entre começos, recomeços e paragens, motivação e perda desta no dia seguinte, há dias nos quais digo: " agora é que  é!". Confesso que tenho saudades deste lado B da minha vida, o tal "lado"  de libertário desportista e aventureiro. Aprendi e vivi muitos momentos felizes da minha vida a desempenhar este papel. Seja de que forma for, quero mais, liberdade! A verdade é que não estou parado, lá vou fazendo qualquer "coisita" e mais verdade ainda, é que não arranco por diversas condicionantes externas, afinal e principalmente, não são só os factores "internos" ( tem a sua cota parte) que me "obrigam" às paragens longas de que falo.
Bem, mas se esta é hora da tal mudança não sei. O que sei é que as dores que me atormentavam, sobretudo quando corria são "menos dores" agora, e por isso, "arrastar" os meus quase 90kg, já não são um calvário, são "apenas" um suplicio :-) Digo isto como se corresse todos os dias, o que é mentira. Corro uma vez por semana, se é que posso chamar a 30m de por um pé à frente do outro, "correr". Ontem foi diferente, alguns camaradas destas andanças sensíveis ao meu "estado", vieram da margem sul e de Sesimbra propositadamente para "puxarem por mim", e conseguiram! Da minha parte dei-lhes em troca e durante aproximadamente 2h20 os mais bonitos e "trialeiros" caminhos aqui de Monsanto e também um Pastel de Belém no final do treino para que "Lisboa não fosse só paisagem". Pouca coisa para o seu tão grande gesto é certo, mas tenho a certeza que a satisfação foi mútua. 
Não sei se embalado por me ter aguentado a um treino que não fazia desde há mais de um ano ou no contágio de projetos sonhados e partilhados (corridas de aventura, Trails e regresso ao Monte Branco), hoje já me inscrevi nos "Ultra Trail dos Abutres" na Serra da Lousã e penso fazer a Meia da maratona de Lisboa já em Dezembro ( que coincide com a Maratona de BTT de Canha e portanto estou em dúvida qual escolher), pelo meio fica o informal "Tróia - Sagres" de bicicleta próximo do Natal. 
No próximo fim-de-semana tenho combinado um dos treinos que mais gosto de fazer, o "trip trail" da Arrábida, com direito à subida da cascalheira até aos Formosinho e passagens por El Carmen, Fojo, Risco e por ai fora...um delicioso empeno para mais de 4hrs. Bora lá!

2 comentários:

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

É lá! Isso é que é falar! No início até parecias alguém que conheço bem (quem será?) com suas motivações e desmotivações, num pára-arranca incrível, sempre a prometer.

folgo por te ver assim entusiasmado, e sabes Zen, ler/saber dos amigos assim, contagia. Meia Maratona de Lisboa? Hummm...acabei de faltar à Nazaré com a desculpa da despesa da deslocação, mas Lisboa... já não se me aplica, não é? Resta mesmo, a preparação. A mínima, para fazer a Meia, e sei que essa está ao meu alcance, assim eu me lance ao desafio... será?

Um grande beijinho e força nesses treinos

Zen disse...

Grande Ana

Obrigado pelas ( sempre) motivantes palavras.

Pois... o "contágio" da gregaridade tem de ser a vacina contra a cada vez maior insularidade individual que nos vulnerabiliza perante o "risco" das relações e dos sentimentos que delas emergem.

Bora lá por essa meia no sapatinho. Estamos juntos!

Em ti só acredito em "serviço máximo", nunca o contrário.

Grande beijinho também para ti e para a Maf.

Arquivo do blogue