Avançar para o conteúdo principal

RAID PORTAS DE RODÃO

Campeonato Nacional de Corridas de Aventura Abril 2012 - Vila Velha de Rodão - Equipa Clube Desportivo da Azóia.

Gosto mesmo das corridas de aventura, enchem-me de vida até aos capilares. Para mim andar no mato de mapa  e bússola em punho à cata dos necessários e competitivos "checkpoints", a pé ou de bicicleta, a pagaiar num rio ou  no mar ou ainda a descer e a subir "paredes" de rocha, entre outras coisas que me dão a sensação de que faço parte do mundo na "integra", insuflam-me de gosto pela existência. Mas deixo de lado a prosápia para num breve trecho relatar aqui o que se passou neste mês de Abril ali para os lados das Portas de Rodão:
A equipa foi "seleccionável" entre os disponíveis para fazer a viajem, coxos, ou talvez não. No meu caso (e penso que os restantes), estava ( e estou) mais ou menos de "muletas", mas lá fiz uma equipa do GDU Azóia com o Baltazar e o Rusga no escalão aventura, naquele onde nos campeonatos nacionais um elemento pode descansar e dar assistência, o que permitia a todos curtir a "coisa" e não darmos o "berro "logo nas primeiras etapas. Como estou ainda lesionado e não corro há muitos meses, tentei fugir às pedestres e assim saltei a 1ª etapa de aproximadamente 20km. Na segunda, de BTT, um inesperado CP feito por mim na escala (com sapatos de BTT, os meus "altivos" 90kg e a fazer um "pêndulo" que se caísse o peso pluma que me estava a fazer segurança voava de certeza) e as "subtilezas" em orientação do Jorge  Baltazar, fizeram com que uma etapa dura em altimetria parecesse um passeio. Seguia-se a 3ª etapa, uma pedestre no vale do rio Ocresa, com uma microcanoagem numa albufeira do mesmo rio, onde entrei eu e o Rusga por cansaço do Jorge ( já trazia as duas anteriores nas pernas). Uma etapa espectacular em desempenho e em beleza que nos colocou inesperadamente a disputar o 1º lugar ( menos 1 CP que a 1ª equipa e em igualdade com a 2ª). Restava-nos a etapa de BTT nocturna de 60km na tentativa de segurar o pódio para o dia seguinte o que estava ao nosso alcance. Mas não aconteceu. Neste tipo de provas o imprevisto faz parte do jogo e neste caso, foi o Rusga com uma má disposição involuntária que "queimou" as as referidas aspirações, já aconteceu comigo, acontece com todos, "shit happens".
No dia seguinte tentamos e conseguimos recuperar um lugar numa boa canoagem de 18km no Tejo ( entre as majestosas Portas de Rodão e além delas) e as multiactividades que se seguiram consolidaram a nossa posição de "meio da tabela", o que não foi m,uito bom! A outra equipa GDU Azóia Elite Mista conseguiu melhor, um 3º lugar!
Mais uma boa organização do ADFA ( Associação dos Deficientes das Forças Armadas) numa região com um potencial enorme para actividades em natureza. Parabéns a todos.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

SE CÁ NEVASSE FAZIA-SE CÁ SKI

Zé Neves a fazer SKU desde 2010 (sempre a descer)!

Salada de frutas - Se cá nevasse fazia-se cá ski
"Sebastião cá voltasse
Se a moleza se cansasse
Se o Eusébio 'inda jogasse
Ai que fintas que ele faria um dia...
Se o imposto não subisse
Se o emprego não fugisse
Se o presidente sorrisse
Outro galo cantaria um dia...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se...

Há sempre um "se" no caminho
Que me deixa as mãos tão presas
Se eu cortasse o "se" daninho
Talvez me livrasse das incertezas...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se cá ski...
Se cá nevasse fazia-se...fazia-se..."

MERGULHO DE ANO NOVO 2016

Mais um ano se foi e outro começa. Que tenha mais dias felizes que 2015! Afectos, projectos, aventuras e claro, muito desporto! Hoje em Sesimbra, num dia de chuva, sem frio e com o mar a 14º fomos 13 os que decidiram "renovar-se" para 2016 com um mergulho de mar. Destes, 5 valentes entre 3 e os 13 anos experimentaram as águas agitadas da Praia do Ouro, a Laurinha ( na foto em baixo) a mais jovem do grupo, ficou-se por um "lava pés". Um ano desportivo a todos os seguidores do "Trilhos"

ALMOUROL 2014

Descobri este texto nas "memórias do facebook", acho que não o postei aqui. Os tempos agora são muito diferentes. Tenho uma hérnia discal, estou de baixa há mais de um mês e não treino vai para muito tempo. A operação cirúrgica está eminente e estas actividades, de maior impacto como o Trail, farão inevitavelmente parte do passado. Recordemo-lo...
José Neves8 de Abril de 2014 "Nada de fotografias por favor", o gesto e a expressão pouco amigáveis, parecem o de uma vedeta surpreendida por um paparazzi indiscreto. Não foi nada disso, em legenda, caso não tenham reparado está escrito: " qualquer semelhança com a realidade é pura ficção". A outra "realidade" é que no momento desta fotografia estava certamente no primeiro terço do pelotão usando a minha habitual estratégia de "trás para a frente, a mesma "ficção" foi achar que podia durante 44km manter-me assim. Trocando isto por "miúdos": a partir dos 30km "dei o…