segunda-feira, setembro 29, 2014

TRAVESSIA DA BAÍA, A 12ª

Não serve de começo ou de recomeço ou do que quer que seja. Não vale a pena pensar muito nisso. Deixar que a vontade e o prazer aconteçam naturalmente, sem retrospectivas nem antecipações. A vida é feita de mudanças, mas também de agradáveis permanências. É exactamente a capacidade de viver mediando essas transformações com uma certa essência que se mantêm ao longo vida, o sal da "coisa" :-)

Sal, vou eu sentir mais uma vez na boca dia 5 de Outubro quando fizer pela 12ª vez a Travessia da Baía de Sesimbra. Mas não é só o prazer de saborear o mar que me espera, é sentir-lhe a temperatura, que em Sesimbra diga-se, só é boa para a sardinha ( gosta de águas frias onde há mais nutrientes).

Quanto ás condições: nada de treinos de natação vai para 5 meses. Dos outros, raríssimos e sempre a arfar por causa da "mochila" de 92kg que trago às costas e da maldita poluição lisboeta que me põe a respirar por uma palhinha e me atiça a "ites" todas. Já estou a imaginar o suplicio dos primeiros 20m, nos quais penso sempre que sou um masoquista empedrenido para repetir todos os anos a mesma dose! Depois é ver o Forte de Sesimbra pela direita, levantar a cabeça e reparar que a praia dos pescadores é logo ali... ao fundo... e a "coisa" torna-se então mais suave.


http://trilhosmiticos.blogspot.pt/2013/10/travessia-de-sesimbra-flashbacks_13.html

Sem comentários:

Arquivo do blogue