terça-feira, maio 12, 2009

BALANÇO DA ÉPOCA 2007/08

Um pouco atrasado, desculpando-me com a paragens do blog e com a necessidade de arrumar algumas "prateleiras", eis-me agora já no final da época disposto a fazer o balanço da época anterior. Tenho a consciência que esta é uma mensagem "pouco fresca", mas quem é que não gosta de recordar as boas experiências do passado?! Eu gosto!

PS - A esta "distância" posso cometer algumas imprecisões, corrijam-me sff!

1ª ETAPA - CHAVES - MONTALEGRE - Novembro



Frio, frio, muito frio e a estreia da equipa que competiria toda a época, eu o António e a Esmeralda. Prova com muitas etapas, uma cenário misto de planalto e serra no extremo ocidental transmontano, uma canoagem que quase resultava em hipotermia, uma subida à Serra do Larouco às 5hrs da manhã, os -14º dessa etapa e a perda de 14cps por 58s. Um bom começo, embora longe do pódio, esse estava reservado para as equipas espanholas e para os AZ Haglofs, a melhor equipa portuguesa.

2ª ETAPA - IDANHA - Janeiro



Agora no coração da Beira-Baixa, uma prova "molhada" em resultado da chuva que caiu nas semanas anteriores à prova e que deixaram o terreno pesado. Pés sempre molhados, cercas de arame farpado por todo o lado que nos tornaram especialistas na técnica de bem saltá-las sem lá deixar pedaços de roupa ou pele ( resultados das primeiras tentativas). Uma pedestre de mais de 6hrs ( perto dos 50km) "in-extremis" ( que por segundos não rebentámos) e na qual nos levámos uns aos outros "ao colo" e ainda uma BTT nocturna de 80km aproximadamente que nos colocou momentaneamente no pódio, mas que por um equívoco ( cansaço diria) relativamente ao regulamento da prova, já no final desta nos tirou de lá ao perdermos todos os cps da etapa por poucos minutos. Valeu a sopa ( da terra das sopas do anúncio televisivo-Monsanto) e um madeiro a arder para onde eu quase atirava o corpo gelado. Pelo meio outras etapas e algumas quedas nas muitas pedras semeadas na paisagem pela natureza e pelos homens, testemunhos de uma passado geológico e cultural no qual apetece mergulhar a cada instante.
Classificação 4º lugar! Estávamos perto...

( continua)

Sem comentários:

Arquivo do blogue