quinta-feira, outubro 03, 2013

[O Homem da Maratona] ATÉ JÁ - 2006

Posted by Zen to O Homem da Maratona at 6/27/2006 07:40:00 AM
Maratona de Lisboa 2005

Fim-de-semana alegre, bem passado!

Sábado:
- Nha Júlia, bota mais um grogue! Dizia eu no meu mau crioulo de português, motivo de uma bem disposta risada entre os cabo-verdianos presentes.
-Nha Júlia, cachupa sta sabi, un kre mas uma cerveja. Altas horas, funaná, família, amigos, boa disposição.
Tinha de me ir embora, combinei com um camarada o primeiro treino longo depois da lesãnos joelhos. Mas não podia... estava a gostar de estar ali, divertia-me, coisa que não tenho feito nos últimos tempos.
Domingo:
- Futebol, festa, filhos da mãe dos holandeses (árbitro incluído). Treino amanhã, hoje vou dormir, feliz, férias, fixe!
Segunda:
Arrumo a trouxa a toda velocidade. Cinturão de garrafas, uma barra, chapéu, creme nívea, água, óculos e o polar e ala para a Fonte da Telha. Três horas de treino eram o objectivo.
- Não dói é tudo psicológico. Mentalizava-me em voz alta. Raid, raid, raid! Dia fresco para treinar, maré baixa mas a subir, pouca gente. 130 bpm, 60% da frequência cardíaca máxima, ritmo ideal para este tipo de treinos. Primeira hora com algumas dores nos joelhos, os malditos ténis que comprei a entortarem no pé direito (já os troquei), a bebida de laranja que comprei a fazer-me azia. Mau... salva-se a paisagem, linda! O mar a perder de vista, o areal branco, este cheiro de pinhal e mar! Segunda hora de treino, dor, dor e mais dor, tenho de chegar à Fonte da Telha. Cheguei de braços caídos, olhos no chão, raiva, mãos a palparem os joelhos dolorosos e perscrutarem com os dedos aquele ponto de onde a dor irradia. Vou ter de parar. Merda! Até já!
--
Posted by Zen to O Homem da Maratona at 6/27/2006 07:40:00 AM

Sem comentários:

Arquivo do blogue