segunda-feira, dezembro 09, 2013

SE TODOS OS DIAS FOSSE DOMINGO EM LISBOA...

Um treino de corrida domingueiro numa manhã fria mas soalheira pelas ruas de Lisboa. Ah como eu era feliz nesta cidade se todos os dias fossem domingo!

 Av da Índia - Os Cantos dos Lusíadas



 Tons de Outono nos muros antigos de Lisboa
 A indignação encontra espaço nas paredes da cidade



 Lisboa é neste momento a capital da Street Art europeia - qual Berlim qual carapuça
 Meia Maratona dos Descobrimentos

 Ruas vazias
 Cais do Sodré renovado


 Jamaica ainda na berra 35 anos depois
 O Copenhagem para a história do que foi em tempos o Cais do Sodré - Marujos, prostitutas e muito álcool ( mas sempre com um nicho "alternativo", com os ainda sobreviventes Tokio - Shangri-Lá e Jamaica)
 "Manhã Submersa"
 Além das colunas...

 Arca renovado da Rua Augusta
 Eu
 Tuk, Tuks em Lisboa, ainda bem que não estamos no caos de Bangkok
 Rossio

 Manuelino tardio

 Tons de Outono da Av da Liberdade
 "Pela cultura do espírito, o domínio da força"
 O corredor verde de Lisboa
 Aqueduto das "ágoas livres"
 Continuação do corredor verde
 Xuxu . hortas no coração de Lisboa
 Que belas couves, paredes meias com o centro financeiro da cidade. Cidade plural!

 Bairro da Liberdade- treino de escadarias
 Viva a...
 Afinal "maré alta" não passou por aqui. Nem paz, nem pão, nem habitação, nem....
 O "enclave" do Bairro da Liberdade, onde a única ligação à cidade é o aqueduto e o autocarro ( as estradas cortaram o vale que anteriormente ligava o bairro a Campolide). Pobreza e traficantes à luz do dia.
 O que faz um tipo que foi ex. combatente, está reformado por incapacidade psíquica, que morre de  cancro na garganta e a quem tiraram parte da reforma... 
 Do velho se fez novo, respeitando a beleza do primeiro.

1 comentário:

Fernando Andrade. disse...

Grande documento, amigo Zen.
Parabéns pela reportagem.

Arquivo do blogue